Governo do Estado vai requalificar PE-35

14587_422014434625026_7566904527825550713_n

Um dos destinos turísticos de Pernambuco, o Litoral Norte receberá melhorias que visam estimular o setor no estado. Nesta sexta-feira, o governador Paulo Câmara (PSB) assina ordens de serviço para as requalificações do Museu Histórico de Igarassu e da Casa do Artesão da cidade. O plano de ações inclui também a revitalização da PE-35, estrada que liga o Recife à região. A via começa no entroncamento da PE 35 com a BR 101 Norte, em Igarassu, e termina na de Ponte de Itamaracá. O evento de assinatura deverá ser em Igarassu, mas ainda não há local nem horário definidos. Em dezembro de 2013, o estado também havia anunciado o recapeamento da PE-35. Na época, o prazo para início das obras era janeiro de 2014 com duração de um ano. Mas o projeto não avançou.

Agora, o estado pretende começar requalificando 7,5 quilômetros dos 18 que tem a via. As obras custarão R$ 6,5 milhões. Não há previsão para a revitalização do restante da pista. Os recursos são do Programa de Desenvolvimento do Turismo no Nordeste (Prodetur 2). De acordo com o secretário de Turismo de Pernambuco, Felipe Carreras, o contrato do estado com o Ministério do Turismo é de R$ 12 milhões, para reformar os 18 quilômetros de extensão. Amanhã, Felipe Carreras tem audiência em Brasília com o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, para tratar da segunda etapa da obra.

Já as reformas do Museu de Igarassu e da Casa do Artesão custam cerca de R$ 600 mil cada uma, recursos do BID. A empresa que executará os trabalhos é a EK Engenharia LTDA, que deu prazo de 180 dias para concluir os serviços. Os locais receberão, entre outras coisas, serviços nas estruturas elétricas, instalações hidrosanitárias, sistema de combate e prevenção a incêndio, sistemas eletrônicos, e instalação de aparelhos de ar condicionado. “São ações importantes para o Litoral Norte, que está carente de obras estruturadoras”, reconheceu Carreras.

História

O Museu Histórico de Igarassu foi fundado em 24 de janeiro de 1954. O equipamento é instalado em três casas conjugadas do século 18. Está localizado ao lado da famosa Igreja dos Santos Cosme e Damião e fica na área tombada da cidade. São 266 peças expostas, entre elas mobiliário, arte sacra e armas. A Casa do Artesão, também no Sítio Histórico. Por causa da obra, os trabalhos dos artesãos da Associação Cultural dos Artesãos de Igarassu estão provisoriamente no Centro de Artes Mestre Narciso Feliz, na Praça São Sebastião.

Fonte: DP

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *