Comunidades em Itapissuma e Itamaracá serão beneficiadas com projeto social

Comunidades em Itapissuma e Itamaracá serão beneficiadas com projeto social

A Comissão Arquidiocesana de Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz (CAPSCJP) lançou no último sábado (08/08) o projeto Cidadania e Justiça Social nas Comunidades. O evento foi realizado no Salão Paroquial da Paróquia São Gonçalo do Amarante, na cidade de Itapissuma, Litoral Norte do Estado.

A apresentação contou com a participação do arcebispo de metropolitano, dom Fernando Saburido, representantes do poder público das duas cidades, de líderes comunitários e agentes de pastorais. “É um momento de muita alegria. Foram vários meses de preparação para podermos instalar oficialmente esse projeto que vai atingir três comunidades muito carentes. Também devemos render graças pelo apoio da agência eclesial de cooperação alemã, Misereor, pelo financiamento”, disse o religioso.

O prefeito de Itapissuma, Cal Volia, destacou a relevância da ação e garantiu apoio. O gestor também sugeriu que fosse promovida atividades educativas sobre coleta seletiva e reciclagem e garantiu apoio. “Primeiramente, a gente quer agradecer a iniciativa da Arquidiocese de Olinda e Recife. É uma ideia muito importante para as nossas comunidades, sobretudo para as que serão beneficiadas. A prefeitura vai procurar ser parceira”, afirmou Volia.

De acordo com o presidente da CAPSCJP, padre Hélio do Nascimento, atividades em prol da cidadania e dignidade serão desenvolvidas. “Esse projeto quer beneficiar essas três comunidades escolhidas, à luz do evangelho. Queremos atuar no dia a dia junto àqueles mais necessitados”, contou o sacerdote.

A iniciativa beneficiará a comunidade Ferro Velho, em Itapissuma, e Salinas e Jaguaribe, na Ilha de Itamaracá. A ideia é promover ações sociais de conscientização e educação para que a população possa transformar a realidade em que vivem, ter melhor qualidade de vida preservando o meio ambiente, cumprindo seus deveres e lutando pelos direitos.

Segundo o administrador paroquial da Paróquia Nossa Senhora do Pilar, em Itamaracá, frei Reginaldo Ferreira, a causa tem despertado interesse dos paroquianos e moradores das localidades. “A partir do momento em que o fato foi colocado para a comunidade, a alegria foi tão grande ao ponto dessas pessoas procurarem se inteirar cada vez mais e querer saber de que forma vai acontecer”, contou o padre.

A sede do Cidadania e Justiça Social nas Comunidades será na em Itapissuma. O pároco local, padre Ivan Maciel, acolheu a iniciativa. “Quando se trata de uma ação social, seja ela qual for porque a Igreja tem essa finalidade primeira, ela traz um grande benefício para o povo e para a comunidade. O sentido da vida é fazer o bem. É fazer alguém feliz”, concluiu.

Os participantes assistiram apresentações culturais de música e dança feita por jovens de uma escola municipal de Itapissuma e de grupo da Terceira Idade e Passo do Coco. O evento terminou com uma grande roda de ciranda.

Fonte: Arquidiocese de Olinda e Recife

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppPrint

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *